Blog Encontre Turismo

5 tipos de turismo para explorar no Oeste de Santa Catarina

Descansar, espairecer, desafiar seus limites ou conhecer novos lugares. Seja qual for o seu objetivo, o turismo é uma ótima alternativa. Passeios e viagens podem diminuir o estresse, reduzir a tensão do dia a dia, gerar sensações de alívio e prazer e motivá-lo para retornar a rotina de forma mais equilibrada. Se é isso que você está buscando, temos um lembrete importante: é possível viver experiências incríveis mesmo longe das regiões litorâneas ou dos mais famosos pontos turísticos do Brasil. 

Isso porque nosso país é repleto de diversidades e paisagens encantadoras. Cada região conta com singularidades que tornam as vivências memoráveis. É o caso do Oeste de Santa Catarina: composto por 118 municípios, em que predominam populações de até 20 mil habitantes. 

Um povo acolhedor e cenários incríveis que cativam pelas belezas, histórias e tradições. A região apresenta experiências riquíssimas que agradam aqueles que procuram por cultura, descanso, lazer e até mesmo adrenalina. Há um tipo certo de turismo para cada preferência. Conheça melhor:

Turismo rural

Aqueles que gostam de desfrutar a calmaria e apreciar as belezas do campo encontram o destino ideal no Oeste catarinense. Isso porque o turismo rural tem se desenvolvido cada vez mais na região e as vivências são únicas, envolvendo saberes e sabores que só se encontram no interior.

Os destinos incluem propriedades rurais com pessoas hospitaleiras e proporcionam o contato com a natureza, pequenos animais, os costumes e as produções que vêm do campo. As rotas rurais já fazem sucesso em muitos lugares, como Arvoredo, Anchieta, Chapecó, Lajeado Grande, Quilombo e outros municípios. A rota Encantos Rurais de Quilombo, por exemplo, foi premiada pelo Ministério do Turismo, no Prêmio Nacional de Turismo em 2018.

Café colonial servido aos visitantes da rota Delícias do Arvoredo, no Sítio Picolli.

Turismo de aventura

A galera que adora adrenalina não pode deixar de experimentar esse tipo de turismo, que envolve emoção e movimento, geralmente com trilhas e atividades radicais. A tirolesa é uma atração muito procurada e você encontra essa aventura em Chapecó, no Porto Goio-Ên, com a tirolesa interestadual que te leva de Santa Catarina ao Rio Grande do Sul em um minuto, e em Itá, que tem a 3ª maior tirolesa da América Latina, além de arvorismo e bike aérea, no Itá Ecoturismo.

Porém os atrativos do turismo de aventura não param por aí. O Oeste Radical apresenta diversas opções para se desafiar e se divertir ao ar livre: rafting, rapel, canoagem, trekking, hiking e camping em Quilombo. E se você deseja ver a vida de outra perspectiva, que tal o voo de balão com o Ar Livre Ecoturismo, de Anchieta?

Turismo de contemplação

O turismo de contemplação tem uma grande semelhança com o turismo rural e de aventura: o contato com a natureza. Porém, com foco em contemplar as paisagens naturais, o ar puro e os horizontes a perder de vista. E há muito o que apreciar nesta região, pois mirantes, cachoeiras e cenários diferenciados não faltam. 

Na Volta do Dedo, em Coronel Freitas, é possível avistar o percurso do rio de uma perspectiva singular. No Salto Saudades, em Quilombo, as quedas d’água formam um cenário imponente e encantador. E se você prefere contemplar o sol se pondo em meio às montanhas, é só agendar um piquenique na sede do Ar Livre Ecoturismo

Turismo religioso

Predominantemente cristã, a região Oeste catarinense também oferece o turismo religioso, que passa por paróquias, igrejas, catedrais, grutas e outros pontos turísticos que envolvem fé, peregrinação e relatos de milagres. Em Xaxim, o franciscano Frei Bruno é símbolo de tamanha santidade que dá nome à praça central e ao hospital. Além disso, a cidade recebe fiéis que creditam a ele muitos milagres. Na Vila Milani, em São Domingos, além da igreja, os turistas podem conhecer o presépio, os monumentos e o morro do calvário, que retrata o trajeto percorrido por Jesus enquanto carregava a cruz. 

 A Catedral Santo Antônio é outro exemplo que surpreende os turistas pela beleza e imponência, localizada no Centro de Chapecó. E em Itá, as Torres da Igreja São Pedro representam um resgate da história.

Turismo cultural

Muitas são as formas de conhecermos sobre a cultura de uma localidade: através da arquitetura, dos museus, praças e igrejas, por exemplo. Esses patrimônios marcam e conservam a história, para que as pessoas possam conhecê-la. Quem gosta de saber sobre acontecimentos históricos, culturas e tradições, encontra várias opções interessantes para explorar pela região.

Além de museus, casas da memória e construções antigas que compõem o turismo cultural, alguns pontos turísticos retratam a cultura com mais riqueza em informações e detalhes, como é o caso do Centro Histórico Germânico, em Itapiranga, que tem foco na imigração e colonização alemã, e o Mundo Tirolês, de Treze Tílias, que traduz a cultura da Áustria em solo brasileiro.

Gostou das dicas?

Já salva os lugares que mais chamaram sua atenção e programa seus passeios para desacelerar, sair da rotina e presentear-se com boas experiências, pois elas expandem suas visões de mundo e contribuem para a qualidade de vida. 

Continue acompanhando nosso blog para ficar por dentro dos atrativos do Oeste de Santa Catarina e saber mais sobre os destinos surpreendentes que esperam por você.

 

Texto: Alana de Bairros/jornalista.

Gostou ? então compartilhe com um amigo:

Facebook
Telegram
WhatsApp
plugins premium WordPress